Nesse artigo apresentaremos as informações das moedas de 1 centavo do real, tanto da primeira família quanto da segunda, com suas respectivas quantidades e valor de comercialização no mercado numismático para os estados de conservação MBC (Muito Bem Conservada), SOB (Soberba) e FC (Flor de Cunho).

A ideia desse artigo surgiu ao verificar-se que esse assunto causa dúvidas frequentes na numismática brasileira, principalmente para colecionadores iniciantes.

Pensando em ajudar esses colecionadores, decidimos publicar uma série de artigos, onde, em cada um, apresentaremos as informações de cada moeda do real, com suas respectivas quantidades e valores de comercialização no mercado numismático para cada estado de conservação, de acordo com o Livro das Moedas do Brasil, 15ª edição.

Conheça as quantidades e valores das outras moedas do real:
Moeda de 5 centavos de real
Moeda de 10 centavos de real
Moeda de 25 centavos de real
Moeda de 50 centavos de real
Moeda de 1 real

Moeda de 1 centavo primeira família

Moeda de 1 centavo de 1994. Imagem cedida pelo site Moedas do Brasil [3].

Anverso da moeda

Reverso da moeda

À direita, a efígie representativa da República, ladeada por representação estilizada de ramo de louros. Na parte inferior, a inscrição "BRASIL". Inscrição indicativa de valor, ladeada por ramos de louros. Abaixo, os dísticos "centavo" e o correspondente ao ano de cunhagem.

O lançamento das moedas do real de circulação comum da primeira família foi autorizado pelo Comunicado nº 4.011 de 30 de junho de 1994 do Banco Central do Brasil, assinado pelo então chefe do Departamento do Meio Circulante (MECIR), o Sr. Antônio Carlos Meda.

As moedas de 1 centavo da primeira família do real entraram em circulação no dia 1º de julho de 1994.

Clique para fazer download do aplicativo Collectgram

Foram cunhadas em disco de aço inoxidável que pesa 2,96 gramas, espessura de 1,20 mm, diâmetro de 20,0 mm e bordo liso.

No anverso apresentam a efígie da República, o dístico "BRASIL" e ramos de louro estilizados.

No reverso apresentam o valor, a data e ramos de louro estilizados de cada lado do numeral 1.

Moeda de 1 centavo primeira família, quanto vale?

Foram emitidas nos anos de 1994 a 1997, nas quantidades abaixo relacionadas[1], com os respectivos valores no mercado numismático, para cada estado de conservação, de acordo com o Livro das Moedas do Brasil (15ª edição)[2]  representados na tabela abaixo:

Moedas de 1 centavo (1994-1997): quantidade emitida e valores

Ano Qtd. emitida MBC (R$) SOB (R$) FC (R$)
1994 887.100.000 0,25 1,00 5,00
1995 283.799.000 0,30 2,00 6,00
1996 320.000.000 0,30 2,00 6,00
1997 500.000.000 0,30 2,00 6,00

IMPORTANTE: destacamos que os valores da tabela acima são os que estão dispostos no referido catálogo e foram mensurados pelos autores do catálogo com metodologias próprias e não significa que sua moeda vale o que está disposto na tabela, nem que esse é o valor de mercado, negocie antes de comprar e use o bom senso antes de vender.

O Collectgram não se responsabiliza por negociações realizadas com base nos valores desse artigo, o nosso objetivo principal é fomentar o conhecimento numismático e de modo secundário te apresentar o mercado numismático.

Moeda de 1 centavo segunda família

Moeda de 1 centavo de 1999. Imagem cedida pelo site Moedas do Brasil [3].

Anverso da moeda

Reverso da moeda

Efígie de Pedro Álvares Cabral sobre linhas paralelas, parte de caravela e dísticos BRASIL e CABRAL. Inscrição indicativa de valor, data e alusão artística à bandeira nacional, partindo do numeral 1.

As moedas de 1 centavo da segunda família do real entraram em circulação no dia 1º de julho de 1998.

Foram cunhadas em disco de aço inoxidável revestido de cobre que pesa 2,43 gramas, espessura de 1,65 mm, diâmetro de 17,0 mm e bordo liso.

No anverso apresentam a efígie de Pedro Álvares Cabral e dísticos "BRASIL" e "CABRAL".

No reverso apresentam o valor, a data e alusão artística à bandeira nacional partindo do numeral 1.

Moeda de 1 centavo segunda família, quanto vale?

Foram emitidas nos anos de 1998 a 2004, nas quantidades abaixo relacionadas[1], com os respectivos valores no mercado numismático, para cada estado de conservação, de acordo com o Livro das Moedas do Brasil (15ª edição)[2]  representados na tabela abaixo:

Moedas de 1 centavo (1998-2004): quantidade emitida e valores

Ano Qtd. emitida MBC (R$) SOB (R$) FC (R$)
1998 185.250.000 1,00 3,00 6,00
1999 104.874.000 1,00 3,00 6,00
2000
88.256.000
1,00
3,00
8,00
2001 242.924.000 1,00 3,00 6,00
2002 161.824.000 1,00 3,00 6,00
2003 250.000.000 1,00 3,00 6,00
2004 167.232.000 1,00 3,00 6,00

IMPORTANTE: destacamos que os valores da tabela acima são os que estão dispostos no referido catálogo e foram mensurados pelos autores do catálogo com metodologias próprias e não significa que sua moeda vale o que está disposto na tabela, nem que esse é o valor de mercado, negocie antes de comprar e use o bom senso antes de vender.

O Collectgram não se responsabiliza por negociações realizadas com base nos valores desse artigo, o nosso objetivo principal é fomentar o conhecimento numismático e de modo secundário te apresentar o mercado numismático.

Moedas de 1 centavo anômalas

As moedas de 1 centavo anômalas, principalmente reverso invertido e reverso horizontal, possuem valor numismático significativo.

Mas como são fruto de erros de cunhagem, não existindo uma forma de precisar quantas assim foram cunhadas, seus valores estão sujeitos a subjetividade de cada colecionador, então, não apresentaremos esses valores nesse artigo.

1 centavo ainda vale?

Sim, apesar de não ser mais fabricada no Brasil, a moeda de 1 centavo ainda possui valor legal e pode ser usada em suas compras.

Organize sua coleção

Para saber mais sobre as moedas do real, demais moedas do Brasil e de outros países, recomendamos baixar o aplicativo Collectgram no seu celular.

Além de ser uma fonte de pesquisa de informações sobre moedas, você poderá organizar sua coleção e ler artigos do blog diretamente do celular.

Clique para fazer download do aplicativo Collectgram

Notas

[1] Informações obtidas no site do Banco Central do Brasil, acessado em 11/06/2020.

[2] Informações de valores do Livro das Moedas do Brasil, 15ª edição - Cláudio Amato e Irlei Neves - Uso autorizado pelos autores. Você pode comprar o livro no site da Numismática Neves ou do Claudio Amato

[3] Imagens getilmente cedidas pelo site Moedas do Brasil, com autorização enviada por Eduardo Rezende via e-mail no dia 21/12/2017.