Em algum momento você já se deparou com uma nota de zero euro em algum lugar e se perguntou porque essas cédulas existem?

A primeira vista não faz nenhum sentido ter uma nota com valor "0", não é mesmo? Mas, nós vamos esclarecer esse interessante item que tem atraído cada vez mais colecionadores.

Porque as notas de zero euro foram criadas?

A ideia de imprimir uma cédula de zero euro surgiu na França em abril de 2015, idealizada por Richard Faille, um empresário que já atuava desde 1996 no mercado de souvenir cunhando moedas fantasia em parceria com a Monnaie de Paris, a casa da moeda francesa.

Ele gostava de qualidade em seus produtos, então estabeleceu parceria com uma renomada gráfica que é parceira e certificada pelo Banco Central Europeu (BCE) para desenvolver sua cédula de zero euro com os itens de segurança de uma cédula de euro.

Uma das primeiras cédulas de zero euro com chancela de Richard Faille

A partir de sua primeira cédula de zero euro, o conceito se espalhou e foi levado para a Alemanha, Áustria, França, Bélgica, Itália, Suíça, Espanha e Portugal, onde foi introduzido com muito sucesso no marketing de empresa, museus, zoológicos e pontos turísticos como uma estratégia de divulgação e de renda extra com a venda como recordação ou souvenir.

Renda extra porque mesmo não possuindo um valor legal, esses locais contratam a emissão de cédulas de zero euro com temática própria e instalam máquinas onde o visitante pode inserir uma cédula de 2 euros e receber uma cédula de zero euro.

Modelos de Vending Machine e display para cédulas de zero euro

Algumas são vendidas por valores até mais alto, de 4 a 7 euros, dependendo da quantidade emitida e da dificuldade de serem encontradas posteriormente, quando feitas para marcar algum evento, por exemplo.

Ao fundo, Museu da Revolta Nacional Eslovaca e a cédula de zero euro que o homenageia (fonte: Cortesia de Nunofi.sk)

É um conceito simples que parte da necessidade de registrar um local ou ocasião e dar a oportunidade para as pessoas levarem uma recordação da viagem dos sonhos, do lugar marcante ou do evento que visitou.

Qualquer pessoa pode criar uma cédula de 0 euro?

As cédulas de zero euro não são criadas a revelia, ou seja, não é qualquer pessoa que pode sentar no computador, criar um design e imprimir uma cédula de zero euro.

Também não é todo mundo que tem acesso a recursos gráficos de nível de uma Casa da Moeda para imprimir esse tipo de item, além de que, para imprimir algo que se assemelha com dinheiro, é necessário cumprir uma série de regras descritas pelo Banco Central Europeu para que essas cédulas não sejam confundidas com cédulas genuínas.

E é devido a qualidade de impressão das cédulas de zero euro que muitas vezes pessoas atribuem ao BCE a produção ou aprovação dessas cédulas.

Mas esse equívoco é esclarecido pelo próprio BCE em um tuite de 1º de fevereiro de 2019 em resposta a um usuário que equivocadamente atribuiu uma cédula de zero euro impressa na Turquia com o busto de Ataturk.

Tuite do Banco Central Europeu sobre as cédulas de zero euro.
O BCE não regula nem aprova notas de souvenir como a que apresenta Ataturk. As únicas notas de euro reconhecidas pelo BCE como curso legal são emitidas pelos bancos centrais nacionais da área do euro.

Se os fabricantes de notas produzirem notas de souvenir, devem cumprir as regras de reprodução do BCE para garantir que as notas não podem ser confundidas como genuínas. Aqui estão as regras link.

Com isso fica claro que o BCE não interfere na produção das notas de zero euro, desde que as empresas sigam as regras de reprodução ditadas pelo BCE.

Mas é evidente que, mesmo com a liberdade artística dessas cédulas, elas seguem um determinado padrão provavelmente compartilhado entre as empresas que as imprimem.

E não é só empresas da zona do euro que emitem essas cédulas, já há casos de empresas da Turquia, Rússia e outros países que imprimem notas de zero euro.

O padrão de cédulas de zero euro

Como já citado, as cédulas de zero euro são exatamente como uma cédula bancária real. Elas são impressas em papel-moeda em empresas gráficas certificadas pelo Banco Central Europeu, ou seja, que possuem o mesmo padrão gráfico para impressão das cédulas de euro.

Elas possuem os mesmos itens de segurança utilizados nas cédulas emitidas na maioria dos países como marca d'água, holograma, microimpressões, marca táctil, registro coincidente, número de controles, número de série individual, tinta fluorescente e fita de segurança incorporada ao papel.

Elementos de segurança do anverso das cédulas de zero euro
Elementos de segurança fluorescentes do anverso das cédulas de zero euro
Elementos de segurança do reverso das cédulas de zero euro
Elementos de segurança fluorescentes do reverso das cédulas de zero euro
Códigos das cédulas de zero euro
Fita de segurança das cédulas de zero euro
Padrão de arte dos clientes, cédulas finais e reverso comum das notas de zero euro

As cédulas de zero euro tiveram sucesso?

Não há como negar que as cédulas de 0 euro já caíram no gosto dos turistas e principalmente no gosto dos colecionadores.

De acordo com a Euro Note Souvenir Ltd., uma empresa que produz as cédulas de zero euro para a Irlanda, elas já ocupam o segundo lugar de souvenir mais vendido na Europa, perdendo apenas para os cartões-postais.

Afinal, elas se provaram um excelente meio para a promoção do turismo em diversos locais da Europa e também um item com a qualidade gráfica e diversidade suficientes para despertar o interesse colecionável.

No catálogo de cédulas da Collectgram, por exemplo, estão catalogadas hoje 2.660 tipos de cédulas de zero euro diferentes, com temática que vão desde animais, personalidades, eventos, datas importantes, personagens, locais históricos, monumentos a cidades.

Clique aqui para conhecer as 2.660 cédulas de zero euro

Clique abaixo para conhecer algumas cédulas de zero euro no catálogo Collectgram:

Collectgram | 0€ France-Nausicaá-France - Fantasy Euro Souvenir
Informações sobre Cédula [object Object], emitido por Fantasy Euro Souvenir.
Collectgram | 0€ Germany-Brasil-Germany - Fantasy Euro Souvenir
Informações sobre Cédula [object Object], emitido por Fantasy Euro Souvenir.
Collectgram | 0€ Portugal-Porto-Portugal - Fantasy Euro Souvenir
Informações sobre Cédula [object Object], emitido por Fantasy Euro Souvenir.
Collectgram | 0€ Germany-Albert Einstein-Germany - Fantasy Euro Souvenir
Informações sobre Cédula [object Object], emitido por Fantasy Euro Souvenir.

Uma boa ideia para o Brasil?

Todo o mundo sabe que o Brasil é um país gigante e de uma diversidade ímpar. Que essa diversidade é pouco divulgada na nossa numismática todo colecionador sabe também.

O nosso Banco Central não deixa claro os motivos reais da não autorização de cunhagem de moedas comemorativas, o que temos são alguns especulações como:

  • Aumento do custo de produção das moedas;
  • Dificuldade de justificar contabilmente moedas que possuem valor facial inferior ao valor venal;
  • Possibilidade de aumento do fenômeno de entesouramento das moedas;

Todos os anos, com ou sem pandemia, o Brasil recebe milhares de turistas que voltam para seus países de origem sem souvenir numismático.

Cédula de zero euro produzida na Rússia para a Copa FIFA 2018, com a temática do Brasil

Sem falar do turismo interno, que não é atendido com moedas comemorativas específicas de cada local, como é o caso dos parques e estados americanos que possuem moedas com a temática alusiva a cada um.

Eu acredito que uma cédula de zero real, nos moldes da cédula de zero euro, poderia de algum forma preencher parte da lacuna deixada pelas emissões oficiais.

Fontes:
- Site Euro Note Souvenir — visitado em 25/02/2021;
- Página do site do Banco Central Europeu sobre reprodução de cédulas de euro — visitado em 25/02/2021;
- Site da Oberthur Fiduciaire — visitado em 25/02/2021;
- Matéria sobre a cédula do Museu da Revolta Nacional Eslovaca — Visitada em 25/02/2021.